Coleção Latinas na tecnologia

Contra tudo, mulheres empreendem

2020, um ano que viu investimentos recordes na América Latina e novos unicórnios como Loft, Creditas e Kavak emergindo. Mas embora as startups na região tenham captado US $4,4 bilhões no ano passado, de acordo com dados da Crunchbase, nada desse valor foi para startups fundadas apenas por mulheres.

Com trabalho remoto e crianças em casa, tanto os dados quanto as percepções apontam em uma direção: a pandemia acentuou ainda mais a desigualdade de gênero. Para colocar em movimento a máquina da diversidade e inclusão, é necessária uma série de engrenagens e, aos poucos, as latinas estão conseguindo ascender a mais cargos de liderança, contratando mais mulheres e atraindo mais investimentos.

Para divulgar o que está por trás desses números e entender o que é ser mulher no ecossistema de tecnologia da América Latina, esta coleção reúne histórias com mulheres investidores, empreendedoras e especialistas de organizações como MAYA Capital, Redpoint eventures, BlackRocks Startup, Latinas in Tech e Magma Partners; além de executivas da Creditas, Liv Up, Ualá, Intera e Oyster Financial. Boa leitura!

Últimas