Negócios

Para os negócios, 2021 "só acaba quando termina": 3G Capital compra Hunter Douglas por US$ 7,1 bilhões

A 3G Capital, fundada pelos brasileiros Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, vai pagar €175 por ação para comprar 75% das ações da Hunter Douglas

2021 "só acaba quando termina": 3G Capital compra Hunter Douglas por US$ 7,1 bilhões
Foto: Hunter Douglas/Divulgação
Read in english

A empresa de private equity 3G Capital fechou seu primeiro grande negócio desde 2015, ao aceitar comprar o controle da fabricante holandesa de persianas e venezianas Hunter Douglas por cerca de US$ 7,1 bilhões.

Mais conhecida por seus investimentos no setor de alimentos e bebidas por meio de empresas como a Kraft Heinz, a 3G Capital vai pagar €175 por ação para comprar 75% das ações da Hunter Douglas, disseram as empresas nesta sexta-feira (31).

Fundada por Henry Sonnenberg em 1919, a fabricante de persianas Luxaflex e Levolor emprega 23 mil pessoas em todo o mundo e teve vendas de US$ 3,5 bilhões no ano passado. A família Sonnenberg manterá uma participação de 25% na empresa.

LEIA TAMBÉM: As startups que viraram unicórnio na América Latina em 2021; lista

O acordo está precificado a um prêmio de 64% em relação ao máximo de fechamento de todos os tempos de €106,40, atingido em 8 de setembro deste ano.

Os Sonnenbergs haviam oferecido €82 por ação em maio para fechar o capital da empresa, mas a proposta não conseguiu obter o apoio suficiente dos acionistas.

“A 3G Capital tem profundo respeito por Hunter Douglas, seu portfólio diversificado de marcas e a liderança inabalável da família Sonnenberg ao longo de três gerações”, disse Daniel Schwartz, sócio cogerente e Alex Behring, cofundador e sócio coadministrador da 3G Capital.

LEIA TAMBÉM: O que esperar do ecossistema de startups da América Latina em 2022?

Após a conclusão do negócio, David Sonnenberg assumirá o cargo de presidente-executivo, sucedendo seu pai de 87 anos, Ralph Sonnenberg.

“Como uma empresa fechada, Hunter Douglas poderá avançar e expandir nossos negócios enquanto preserva a cultura liderada pela família e relacionamentos fortes com as partes interessadas que têm sido essenciais para nosso sucesso”, disse David Sonnenberg, que agora é co-CEO da a empresa.

João Castro Neves, um sócio sênior da 3G Capital, deve atuar como presidente-executivo, disse o comunicado. Neves também é conselheiro da Kraft Heinz.

LEIA TAMBÉM: Startups vão às compras e registram recorde de aquisições em 2021

A 3G fez seu nome na América corporativa ao reunir grandes negócios financiados por dívidas, seguidos por cortes de custos.

Sua abordagem, desenvolvida pelo bilionário brasileiro Jorge Paulo Lemann e os banqueiros brasileiros Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, foi pioneira na cervejaria Budweiser Anheuser-Busch InBev, que ajudaram a se tornar a maior cervejaria do mundo por meio de uma série de grandes fusões.

A 3G Capital também uniu as cadeias de fast food Burger King e Tim Hortons em 2014 em um negócio de US$ 11 bilhões.