Negócios

Inter anuncia contratação de bancos para migrar para os EUA

Bank of America, Bradesco BBI, J.P. Morgan e Itaú BBA auxiliarão a companhia na reorganização societária necessária para fazer isso. O Softbank Latin America Fund, maior acionista não controlador do Inter, também apoiará mudança

Banco Inter, Brasil
Foto: Divulgação/Inter
Read in english

O Inter (antigo Banco Inter) anunciou nesta quinta-feira (7), em fato relevante, a contratação do Bank of America, Bradesco BBI, J.P. Morgan e Itaú BBA para assessorar a companhia em sua reorganização societária “com vistas à migração de sua base acionária para a Inter Platform, Inc., sociedade constituída de acordo com as leis da jurisdição de Cayman (“Inter Platform”), que resultará na listagem de suas ações nos Estados Unidos e na negociação de BDRs lastreados em ações de emissão da Inter Platform na B3″.

LEIA TAMBÉM: Banco Inter atinge 12 milhões de clientes no 2º tri

Segundo o Inter, os estudos para essa reorganização já foram concluídos e aprovados por unanimidade pelo Conselho de Administração da companhia. Em paralelo, o Inter informou que a LA BI Holdco, LLC (“LA BI”), veículo indiretamente controlado pelo Softbank Latin America Fund, maior acionista não controlador do Inter, celebrou com o Inter um acordo re reorganização e também apoiará a migração do Inter para os EUA.

Primeiros as ações serão incorporadas pela Inter Holding Financeira, que depois será incorporada pela Inter Platform. Pelos desenhos apresentados no fato relevante, a família Menin e acionistas controladores manterão o controle sobre o banco. Aos acionistas minoritários, que ainda serão convocados para assembleias, serão oferecidas algumas opções: transformar ações na B3 em BDRs, que depois poderão ser convertidas em outro tipo de ações na Nasdaq (bolsa de valores alvo do Inter para toda essa operação). Também será possível, respeitas condições e prazos, resgatar o valor das ações.

LEIA TAMBÉM: Banco Inter levanta R$5,5 bi em oferta de ações

A intenção e os estudos da operação foram comunicados ao mercado em maio deste ano. Em agosto deste ano, o Inter anunciou a aquisição da USEND,  fintech norte-americana que atua no mercado de câmbio e de serviços financeiros, incluindo remessas de dinheiro entre países. A aquisição faz parte da estratégia do Inter de iniciar atividades nos EUA, ampliando a oferta de produtos financeiros e não financeiros aos residentes norte-americanos e clientes no Brasil, integrando os serviços da fintech à sua plataforma.