Negócios

Magazine Luiza adquire startup de softwares para pequenos varejistas Stoq Tecnologia

Conclusão do negócio foi comunicado aos investidores da companhia nesta segunda-feira

Magazine luiza resultados no segundo trimestre
Read in english
  • Fundada em 2015, a Stoq desenvolve sistemas de ponto de vendas no modelo SaaS (Software as a Service) para pequenos varejistas físicos;
  • Em 2019, mais de R$ 250 milhões passaram pelos canais e soluções da Stoq.

O Magazine Luiza comunicou nesta segunda-feira ao mercado a aquisição da startup de soluções para pequenos varejistas Stoq Tecnologia. Fundada em 2015, a Stoq desenvolve sistemas de ponto de vendas no modelo SaaS (Software as a Service) para pequenos varejistas físicos. O valor do negócio não foi revelado.

LEIA TAMBÉM: DHL Express inicia projeto para levar e-commerce até lockers no Rio de Janeiro

Entre os principais produtos da Stoq estão o SmartPOS, que permite que os atendentes façam o pedido e recebam o pagamento onde o cliente estiver, incluindo diversas opções de pagamento, como cartões, carteiras digitais e pagamento por aproximação; o totem de auto-atendimento chamado Stoq Self-Checkout, que dá autonomia para o cliente fazer o pedido e o pagamento sem pegar filas ou passar por um atendente; e um sistema de ponto de venda que também permite o gerenciamento de pedidos de food delivery diretamente no caixa. Todos esses canais de venda são integrados em um único sistema.

LEIA TAMBÉM: Mercado Livre contrata 60 carretas para entregas no Brasil, terá mais 90 até dezembro

Em 2019, mais de R$ 250 milhões passaram pelos canais e soluções da Stoq. “Com a aquisição, os produtos da Stoq passam a integrar o pilar estratégico Magalu as a Service (MaaS) e complementam o Parceiro Magalu, levando a digitalização também para os médios varejistas, que geralmente possuem mais de uma filial. Os produtos da Stoq serão integrados à conta digital do Magalu, de forma que todos os varejistas clientes de Stoq poderão facilmente aceitar pagamentos usando o Magalu Pay”, escreveu a varejista no comunicado.