Negócios

PagSeguro PagBank encerra primeiro trimestre com uma receita de R$ 2,1 bilhões

O PagSeguro PagBank totalizou R$ 81 bilhões em volumes processados (TPV, na sigla em inglês), um crescimento de 102% em relação ao 1T20

Foto: PagSeguro Website/Captura de Tela
Read in english
  • A receita do PagSeguro PagBank cresceu 30% em relação ao mesmo período em 2020;
  • O PagBank completou dois anos de atuação no mercado brasileiro com um total de mais de 48 milhões de downloads durante este período.

A empresa brasileira de serviços financeiros e meios de pagamento PagSeguro PagBank teve uma receita de R$ 2,1 bilhões em seu primeiro trimestre do ano fiscal de 2021.

Nos resultados consolidados, o PagSeguro PagBank obteve um crescimento de 30% na receita em relação ao mesmo período de 2020, e EBITDA ajustado de R$573 milhões, 12% maior em relação ao mesmo período de 2020.

O PagBank, que completou dois anos de atuação no mercado brasileiro, teve mais de 48 milhões de downloads durante todo este período, sendo 7 milhões apenas no primeiro trimestre de 2021. A empresa alcançou a marca de 10 milhões de clientes ativos em maio.

LEIA TAMBÉM: PagSeguro PagBank é a primeira empresa brasileira listada em Nova York a negociar ações também no Brasil

O PagSeguro PagBank totalizou R$ 81 bilhões em volumes processados (TPV, na sigla em inglês), um crescimento de 102% em relação ao 1T20.

Na vertical de adquirência, os volumes de vendas processados pelo PagSeguro no primeiro trimestre foram de R$ 50 bilhões, um crescimento de 58% em relação ao mesmo período de 2020, impulsionado pela redução das medidas de isolamento social no período e pelas novas iniciativas de crescimento, como maior exposição às transações online.

A empresa disse que na véspera do Dia das Mães no Brasil processou quase R$ 1 bilhão em volume de vendas, um aumento de 106% em relação à data anterior. As receitas da adquirência foram de R$1,9 bilhão, um crescimento de 29%.

LEIA TAMBÉM: O que esperar da indústria de pagamentos no Brasil em 2021, segundo dois especialistas

O EBITDA ajustado do PagSeguro alcançou R$ 725 milhões, um crescimento de 28% em relação ao mesmo período de 2020, e margem de 38%.

Já os volumes processados pelo PagBank, que consideram as recargas e os gastos dos cartões emitidos, os pagamentos de contas, as recargas de celular, as transferências eletrônicas para diferentes titularidades, depósitos, empréstimos, entre outros, cresceram 261%, alcançando R$ 31 bilhões no trimestre. Segundo o PagBank, isso refletiu positivamente nas receitas da empresa, que cresceram 48% em comparação ao período anterior.

O grupo alcançou quase R$ 800 milhões em carteira de crédito em março de 2021.