Negócios

SK Tarpon anuncia nova holding e mira ser maior plataforma de tecnologia para logística na América Latina

A holding quer se consolidar na logística da América Latina e inicia operações através de demandas de clientes na Colômbia, Peru e Equador

Vasco Carvalho Oliveira Neto, CEO da Niche Partners e sócio da SK Tarpon. Foto: Divulgação/SK Tarpon
Read in english
  • O propósito de reunir as empresas no guarda-chuva da NSTech será gerar valor para o país por meio da otimização do setor logístico;
  • O modelo de negócio da holding foi inspirado na Roper Technologies.

A SK Tarpon anunciou uma nova holding chamada NSTech, com a ideia de ser a maior plataforma de tecnologia para logística do Brasil. A tese será gerida pela Niche Partners, que faz parte do ecossistema da holding, e que busca investimentos em empresas líderes em mercados de nicho da cadeia de suprimentos.

A NSTech comprou a empresa Brasil Risk, líder no mercado de gerenciamento de risco e gestão de logística para grandes embarcadores e transportadoras – em especial para mercado de Fast Moving Consumer Goods, eletroeletrônicos e químicos, segundo comunicado à imprensa.

A plataforma tecnológica NSTech congrega atualmente quatro grupos de empresas (Buonny, Opentech, AT&M e Brasil Risk) e quase 20 mil clientesA holding pretende ajudar os clientes a serem mais eficientes na sua logística, gastando menos, fazendo entregas mais rápidas e reduzindo a emissão de CO2, acidentes e roubos.

LEIA TAMBÉM: Zenklub recebe aporte de R$ 45 milhões da SK Tarpon e GK Ventures

O propósito de reunir as empresas no guarda-chuva da NSTech será gerar valor para o país por meio da otimização do setor logístico, contribuindo com o sucesso e crescimento com rentabilidade de cinco grandes categorias de clientes: motoristas, transportadores, embarcadores, corretores de seguro e seguradoras que atuam no transporte de carga. 

LEIA TAMBÉM: CargoX cria fundo de R$ 30 milhões para antecipar pagamentos a pequenos transportadores

“Existem uma infinidade de softwares e serviços, hoje com soluções muito focadas, porém pouco integradas, e em especial com uma base de dados totalmente fragmentada e de má qualidade. Acreditamos que podemos ajudar nossos clientes a serem mais eficientes e lucrativos. Por isso, estamos criando uma solução com tecnologia de ponta e integração total, para resolver todo e qualquer problema ligado a logística, iniciando pelo transporte rodoviário”, diz Vasco Carvalho Oliveira Neto, CEO da Niche Partners e sócio da SK Tarpon, em comunicado à imprensa.

LEIA TAMBÉM: Pandemia aquece corrida de investimentos e consolidação de negócios privados no setor privado de saúde

One-stop-shop da América Latina

Atualmente a NSTech tem um pipeline de M&A de mais de 15 empresas, que visam complementar o portfólio de produtos para criar uma plataforma One Stop Shop.

A holding quer se consolidar na logística da América Latina, e já opera Brasil, no México, e está iniciando operações através de demandas de clientes na Colômbia, Peru e Equador.

LEIA TAMBÉM: Banida em 2020, startup Picap ressurge com a Pibox, uma resposta colombiana para a Loggi

“Ao final do dia, geramos valor para os consumidores finais e para os países como um todo. Uma logística mais barata, rápida e segura é o que todos queremos. Temos a visão de que a tecnologia, o uso intensivo da inteligência artificial, aliados a um time excepcional, são a melhor forma de endereçar estas questões. O propósito é criar valor para o mundo, por meio da otimização da logística. O Brasil gasta hoje cerca de 12% do PIB com logística contra 7% dos Estados Unidos. Mais de 40% dos nossos caminhões rodam vazios, gerando poluição, trânsitos e acidentes que poderiam ser evitados. Além disso, somos o 3º maior país do mundo em roubo de carga e temos anualmente mais de 18 mil acidentes de trânsito só em rodovias federais envolvendo caminhões. Juntos com os empreendedores que fundaram estas empresas excepcionais e um time fora de série, vamos mudar essa realidade. Seremos referência em ESG, e instrumentos indispensáveis para as empresas que se preocupam com o tema”, reflete Vasco.

O modelo de negócio da holding foi inspirado na Roper Technologies, companhia americana que investe em empresas líderes de nicho, com um Market Cap de aproximadamente US$46 bilhões, e que desde o seu IPO superou o índice S&P em cerca de cinco vezes.

LEIA TAMBÉM: Rappi, Loggi e B2W Digital: o que mudou nas entregas para o comércio eletrônico depois da pandemia

“As empresas da NSTech seguirão operando com 100% de autonomia e independência, mas com uma visão do todo, ou seja, sempre pensando no sucesso dos clientes. O êxito deles será o nosso. Dois fatores foram fundamentais para o êxito destas empresas até aqui: cultura e foco. Acreditamos muito nisso, e vamos ajudar a reforçar e evoluir seus modelos, contribuindo para  perpetuar os sonhos de seus fundadores. Nossa responsabilidade é enorme e vamos honrar as suas histórias de muita garra e determinação”, complementa Vasco.