Negócios

Startup de RH Gupy adquire plataforma de educação corporativa Niduu

Startup de RH pretende ampliar seu leque de serviços para clientes corporativos com ajuda a plataforma de treinamentos

Gupy anuncia compra da Niduu
Na foto (da esquerda para a direita) Robson Ventura, CTO; Mariana Dias, CEO; Bruna Guimarães, COO e Guilherme Dias, CMO, posam juntos no antigo escritório físico da startup de recrutamento e seleção Gupy. Foto: Divulgação.
Read in english

A empresa de recrutamento e seleção de profissionais Gupy anunciou nesta terça-feira (19) a aquisição da startup de educação corporativa Niduu. Os valores da transação não foram revelados e as companhias estão em fase de integração de processos.

De acordo com a cofundadora e CEO da Gupy. Mariana Dias, a aquisição é uma forma de juntar forças com um time de grande conhecimento no mercado de treinamento e, assim, levar mais inovação para o setor de recursos humanos.

LEIA TAMBÉM: Glüky, Revelo, Jobecam, Gupy: conheça as startups que inovam em RH na América Latina

A compra acontece um ano após a startup de RH receber um aporte de R$ 40 milhões da Oria Capital.

“A Gupy transformou o mercado de recrutamento e seleção no Brasil e com isso vem dobrando de tamanho todos os anos. Já são mais de 70 mil novas vagas publicadas mensalmente por mais de 1.300 clientes. Com a Niduu, vamos dar mais um passo na jornada do talento e oferecer uma experiência ágil, justa e encantadora para que empresas desenvolvam seus colaboradores na velocidade e qualidade que o negócio e as pessoas precisam”, analisa Dias.

Desde a fundação em 2017, a startup Niduu já realizou 140 milhões de horas de treinamento com mais de 300 mil profissionais de 300 empresas. Além disso, possui mais de 70 colaboradores em seu escritório no Maranhão e deve faturar mais de R$ 5 milhões em 2021.

Da seleção ao aprimoramento

A executiva ainda pontua que um dos grandes desafios da área é requalificar e desenvolver os colaboradores das empresas. Com a movimentação, a Gupy expande sua oferta de soluções para o segmento corportivo, da seleção ao treinamento e aprimoramento dos colaboradores.

“Queremos ser o principal parceiro dos RHs e dos talentos. Pela frente, temos um roadmap robusto com muitas melhorias e inovações voltados para a nossa missão que é melhorar a empregabilidade no Brasil através de empregos e, agora, de educação”, explica a CEO da Gupy.

LEIA TAMBÉM: LinkedIn divulga lista Top Startups 2021 do Brasil: C6 Bank lidera

A Niduu continuará sendo liderada pelos cofundadores, Júnior Mateus e Rômulo Martins e tem como objetivo triplicar de tamanho no próximo ano. A companhia de treinamentos deve operar de forma independente, por ora.

“Desde as primeiras conversas percebemos que havia muita sinergia entre as duas empresas em termos de cultura e propósito. Nos demos muito bem com os founders da Gupy, parecia que já nos conhecíamos há muito tempo. Foi muito bom ver que já estávamos indo na mesma direção e trabalhando para sanar dores do mesmo mercado. Estamos muito animados para transformar o futuro do RH no Brasil juntos”, afirma o co-CEO da Niduu, Júnior Mateus.