Negócios

Startups brasileiras já levantaram R$ 10.1 bilhões em 2021, segundo relatório do Sling Hub

Ao todo, já aconteceram 209 rodadas de investimento, em que foram levantados R$ 6.9 bilhões a mais do que no mesmo período de 2020

Startups Brasil
Foto: Shutterstock
Read in english
  • Isso representa um aumento de 68% em comparação ao volume investido no mesmo período de 2020;
  • Abril encerrou com 51 rodadas e R$ 1.9 bilhão investidos;
  • A maior parte das rodadas (16) levantou entre R$ 1 e 10 milhões; seis rodadas levantaram mais de R$ 100 milhões.

As startups brasileiras levantaram R$ 10.1 bilhões entre janeiro e abril de 2021, R$ 6.9 bilhões a mais do que o volume investido no mesmo período em 2020, segundo relatório do Sling Hub divulgado hoje. Ao todo, foram 209 rodadas de investimento desde o início do ano. 

O mês de abril encerrou com 51 rodadas e R$ 1.9 bilhões aportados. De acordo com o relatório, 25,5% dos investimentos ficou com fintechs; as healthtechs abocanharam 9,8% e as edtechs, retailtechs e proptechs ficaram com uma fatia de 7,8% cada. A maior parte dos investimentos (41,2%) foi distribuída entre startups de áreas diversas. 

LEIA TAMBÉM: Entrevista: Méliuz expande para serviços financeiros para ampliar recorrência de base de 16 milhões de usuários

A corretora imobiliária digital Loft lidera o ranking dos maiores aportes, com a segunda parte de sua Series D no valor de US$ 100 milhões. A fintech Warren também se destacou ao levantar uma Series C de R$ 300 milhões. Já a fintech Cora recebeu o segundo maior aporte Series A já recebido por uma startup brasileira, no valor de R$ 150 milhões.

A maior parte das rodadas (16) levantou entre R$ 1 e 10 milhões; seis rodadas levantaram acima de R$ 100 milhões. 

LEIA TAMBÉM: Investidores de risco despejaram US$ 4 bilhões em startups da América Latina em 2020

O ranking de maiores investidores de 2021 é liderado pela BiotechTown, Anjos do Brasil e Domo, com 9 aportes cada uma; em segundo lugar vem o SoftBank, com 7 aportes. 

Até agora, o melhor mês para as startups brasileiras foi março, quando aconteceram 57 rodadas que somaram R$ 4.9 bilhões investidos. 

Fusões e aquisições em alta

Em relação às fusões e aquisições, abril também foi um mês de altas: foram negociadas 29 operações de M&A que movimentaram R$ 727 milhões. Lideram o ranking de maiores compradores de 2021 até aqui o Magazine Luiza, com seis aquisições; em seguida vêm a empresa de tecnologia Locaweb e a holding de SaaS Nuvini, com cinco aquisições cada.