Negócios

unico compra Vianuvem, startup de gestão de processos digitais para venda de automóveis

Essa é a primeira compra da idtech após aporte de R$ 580 milhões da General Atlantic e SoftBank Latin America Fund

unico compra vianuvem
Diego Martins, fundador e CEO da unico. Foto: unico/Divulgação
Read in english
  • Com a compra, a idtech vai ampliar o portfólio de produtos e ingressar no mercado de concessionárias e montadoras de automóveis;
  • O processo de incorporação total da Vianuvem levará 6 meses, com 100% de integração da tecnologia e carteira de clientes.

A unico, startup que desenvolve soluções de proteção de identidade digital, anunciou nessa segunda-feira (31) a compra da startup de gestão de processos digitais para venda de automóveis Vianuvem. Com a compra, a unico ingressa no mercado de concessionárias e montadoras de automóveis  e amplia seu portfólio de produtos para simplificar e digitalizar a compra e venda de veículos. 

De acordo com a unico, a solução da Vianuvem diminui o tempo médio de venda de um automóvel de 14 para dois dias e participa de 60% das transações de compra e venda de carros novos no país e vem dobrando de tamanho ano a ano. Desde o início da pandemia, a startup auxiliou revendedores de 2.500 concessionárias do país, em operações que movimentaram R$ 20 bilhões em transações mensais. 

LEIA TAMBÉM: Startup Deel chega ao Brasil com solução para contratação de profissionais estrangeiros

A unico vai incorporar 100% das operações e da carteira de clientes da Vianuvem e integrar a tecnologia da adquirida à sua solução de onboarding digital. “A estratégia está alinhada com o futuro desburocratizado, onde as pessoas poderão ter autonomia e poder de consumo em ambientes totalmente digitais, com segurança, transparência e privacidade,” disse Diego Martins, fundador e CEO da unico.

Essa é a primeira aquisição da unico após receber um aporte de R$ 580 milhões do General Atlantic e SoftBank Latin America Fund, no ano passado. Segundo Guilherme Cervieri, VP de estratégia, fusões e aquisições da unico, a compra é a primeira de uma estratégia robusta de novas aquisições. “Este é o primeiro passo de um plano de médio e longo prazo, sendo um setor de destaque para ampliação do alcance de nossos produtos,” disse.

LEIA TAMBÉM: BTG Pactual compra Empiricus e Vitreo por R$ 690 milhões

Em 2020, a unico afirma ter triplicado de tamanho e saltado de 180 para 550 colaboradores, incluindo nomes de meso como Marcelo Quintella (ex-Google) e Igor Ripoll, (ex-Salesforce), como VPs de Produto e Vendas e Consumer Success, respectivamente.