Negócios

Via Varejo agora é Via e adquire fintech para ampliar serviços financeiros

Grupo varejista agora é apenas Via para reforçar estratégia de inovação e oferta de uma plataforma completa de serviços para compra e venda

logomarca da Via Varejo, dona das Casas Bahia e Ponto Frio
Foto: Divulgação
Read in english
  • O objetivo da nova marca é reforçar estratégia do grupo de ser reconhecia como a melhor via de compras dos brasileiros;
  • Em comunicado, grupo afirmou que a Via não é mais uma empresa de varejo devido às inovações implementadas recentemente;
  • A Via também adquiriu fintech Celer para oferecer um pacote completo de BaaS para os vendedores do seu marketplace.

A Via Varejo, grupo varejista dono das marcas Casas Bahia e Ponto (antiga Ponto Frio), informou ao mercado que mudou de nome e de posicionamento. Agora, é apenas Via. O objetivo da nova marca, segundo comunicado, é reforçar a estratégia do grupo de ser reconhecida “como a melhor Via de compras de todos os brasileiros, onde, quando e como eles quiserem.”

Em nota, a companhia afirma que a Via não é mais uma empresa de varejo. “No último ano, rompeu e unificou as barreiras físicas e digitais das lojas, sites e apps, e se associou a startups que deram mais velocidade ao sistema logístico e tecnológico, mudou a plataforma de marketplace, acelerando a entrada de novos sellers diariamente.”

LEIA TAMBÉM: Com mais de 4 mil algoritmos, a Fligoo quer te conhecer melhor

Na semana passada, a Via já havia comunicado a mudança de nome da rede Ponto Frio para Ponto

Via compra fintech Celer para ampliar serviços financeiros

Além da mudança de marca, a Via também anunciou a aquisição da fintech Celer, uma plataforma Bank-as-a-Service (BaaS) que possibilita que outras fintechs disponibilizem aos seus clientes uma conta digital completa integrada a serviços de pagamentos como cash-in e cash-out, emissão e processamento de cartões, gestão de cobrança e transferências e PIX

LEIA TAMBÉM: Nubank se prepara para estrear na bolsa americana

De acordo com comunicado aos investidores, a Celer tem integração com cerca de 200 fintechs, que provêem soluções de adquirência e conta digital para uma rede de mais de 24 mil estabelecimentos comerciais.  

Com a compra, a Via vai ampliar os serviços financeiros que oferece aos sellers do seu marketplace, como ampliação da conta digital integrada ao PIX, plataforma de antecipação dos recebíveis e gestão completa da agenda financeira. 

O valor do negócio não foi revelado.