Negócios

XP investe na Virgo para atrair pequenas e médias empresas para o mercado de capitais

A plataforma da Virgo reúne serviços e soluções financeiras para o mercado de capitais, conectando tomadores e investidores para simplificar o processo de captação de recursos

Foto: Divulgação/XP
Read in english

A XP anunciou um aporte de valor não revelado na Virgo, uma plataforma que reúne serviços e soluções financeiras para o mercado de capitais. Os recursos serão investidos na ampliação da equipe e no desenvolvimento de novos produtos, acelerando a estratégia da Virgo de se consolidar como um grande hub de produtos high yield e alternativos para investidores institucionais.

A ideia é que o marketplace de acesso a capital da Virgo ganhe novos produtos, como operações via CCB, debêntures, FIDC e equity, além de um sistema proprietário de monitoramento e acesso à informação em tempo real para dar mais transparência ao mercado de capitais.

LEIA TAMBÉM: Santander adquire controle de marketplace imobiliário Apê11

“Nós queremos trazer múltiplos produtos de alocação, mantendo o propósito de não fazer spreads. Já com o sistema de monitoramento e acesso à informação, queremos proporcionar mais transparência ao mercado de capitais e viabilizar a predição de movimentos de apreciação ou deterioração dos créditos e projetos”, disse Daniel Magalhães, CEO e head de transformação digital da Virgo.

Atualmente, a Virgo conta com mais de 105 investidores institucionais dispostos a oferecer capital para empresas e negócios de médio porte. Segundo a companhia, ela consegue fechar captações de até R$ 50 milhões em menos de 12 horas.

LEIA TAMBÉM: Colombiana ADDI levanta US$ 75 milhões para escalar solução Buy Now Pay Later no Brasil

A Virgo Companhia de Securitização, braço de securitização da empresa, também será beneficiado com o investimento. Atualmente, a plataforma é a maior securitizadora agrícola e imobiliária do Brasil, com uma carteira sob monitoramento com mais de R$ 35 bilhões.

A XP aposta que com esse investimento conseguirá ampliar o acesso ao mercado de capitais por parte das pequenas e médias empresas. Segundo Pedro Mesquita, head de Investment Banking da XP, existe já um movimento muito forte de fusões e aquisições, emissões de dívidas e de ações envolvendo companhias de diferentes portes. “Com esse deal, vamos fazer com que isso ganhe ainda mais velocidade”, disse.