Cubo Itaú, o maior hub de empreendedorismo da América Latina, cresce 76% em 2019

O hub passou de 17, no ano passado, para 30 empresas mantenedoras em 2019

Cubo Itaú, o maior hub de empreendedorismo da América Latina, cresce 76% em 2019

Apostando em importantes parcerias em setores como logística e mobilidade, o maior centro de inovação e empreendedorismo da América Latina – o Cubo Itaú – aumentou em 76% o número de empresas mantenedoras este ano. O crescimento, representado por um salto de 17 para 30 empresas, foi uma importante conquista para o centro de inovação apoiar seus empreendimentos.

Com 120 startups em seu espaço físico e mais de 300 no ambiente digital, o Cubo Itaú começou a contar com dois novos parceiros este ano que ajudaram o hub a aprimorar suas operações. “Quando a Wilson Sons e a VS fizeram a primeira visita aqui, descobriram que várias startups poderiam trabalhar de forma colaborativa com elas. São essas interações que vão transformar o ecossistema de inovação do país”, explicou Pedro Prates, head de corporate e produtos digitais do Cubo, em entrevista à Gazeta do Povo.

LEIA TAMBÉM: Um unicórnio na América Latina é apenas consequência da solução de um grande problema

A parceria do Cubo Itaú com a VS (Verzani e Sandrini) – grupo focado na prestação de serviços, principalmente no setor de saúde – terá como objetivo desenvolver soluções digitais e treinar mais de 42 mil profissionais enquanto opera ao lado das startups de saúde. Mas, além do setor de saúde, a nova parceria também abre espaço para startups que trabalham com IA, análise de dados e reconhecimento facial; já que a VS também opera com segurança e análise de riscos.

Por outro lado, a parceria firmada com a operadora portuária Wilson Sons buscará oportunidades logísticas e administrativas. “Além de atender às demandas específicas do core business da companhia, temos também a possibilidade de levar inovação para outras áreas, como a comercial e a de recursos humanos”, apontou Eduardo Valença, gerente de estratégia e inovação da Wilson Sons para o meio de comunicação, acrescentando que a empresa ainda está fazendo networking e conhecendo os projetos das startups.

Embora o Cubo Itaú já tenha marcos importantes para comemorar, o centro de inovação ainda é otimista em relação ao ano – e espera fechar novos negócios ainda em dezembro, segundo Prates.