CVM dará mais prazo para IPO's já autorizados

Extensão de prazo para empresas que já receberam autorização para estrear na Bolsa se deve à deterioração do clima econômico pelo coronavirus

Foto: Shutterstock
Read in english
  • As empresas terão 30 dias para solicitar a extensão;
  • O Ibovespa caiu quase 30% nos últimos três meses.

A CVM, reguladora do setor de valores mobiliários do Brasil, anunciou na sexta-feira (13) que “concederá extensões às ofertas de ações registradas, permitindo que as empresas que receberam autorização de abertura de capital adiem a emissão por até 90 dias”.

As empresas terão 30 dias para solicitar a extensão. Segundo a Reuters, o Ibovespa caiu quase 30% nos últimos três meses. As empresas que compõem o índice perderam R$ 500 bilhões em valor de mercado somente na última semana, segundo o jornal Valor Econômico.

LEIA TAMBÉM: Restrições em viagens, mercados em queda e home office: o coronavírus na América Latina

Segundo analistas, a decisão da CVM mostra que o clima econômico está se deteriorando à medida que o novo coronavírus se espalha pelo país.

O Brasil é o país latino-americano com o maior número de casos confirmados até o momento: 98. A região inteira já possui mais de 250 casos confirmados, e as autoridades de saúde esperam que esse número aumente bastante nos próximos dias.