Em menos de um ano nos Estados Unidos, Incognia atinge 100 milhões de usuários ativos mensais

De acordo com o CEO da Incognia, André Ferraz, a startup também atingiu 40 milhões de usuários ativos diários

CEO e fundador da Incognia, André Ferraz. Foto: Incognia/Divulgação
Read in english

A startup brasileira Incognia atingiu 40 milhões de usuários ativos diários e 100 milhões de usuários ativos mensais em menos de um ano de operações, anunciou Andre Ferraz, co-fundador e CEO da Incognia, em uma publicação no LinkedIn.

LEIA TAMBÉM: idwall levanta R$ 210 milhões para plataforma de validação de identidade

A Incognia nasceu como uma unidade de negócio de prevenção à fraude da plataforma de localização Inloco, que operava principalmente no segmento de marketing e publicidade digital. No ano passado, esta unidade, denominada Inloco Media, foi vendida à Magazine Luiza, que já era parceira da startup, por uma quantia não revelada.

LEIA TAMBÉM: Incognia dá primeiros passos no mercado B2B2C em parceria com a Serasa e projeta captação neste ano

Utilizando parte do investimento de US$ 18,8 milhões captados em 2019, a Incognia começou a operar nos Estados Unidos em 2020. Da última vez que Ferraz falou com o LABS, disse que a startup conseguiu proteger quase 30 milhões de pessoas no mercado americano através dos seus clientes, e agora ultrapassou a marca dos 40 milhões de usuários ativos. A Incognia pretende também levantar uma nova rodada de investimento este ano.

Startups anti-fraude têm recebido bastante atenção dos investidores de capital de risco da região. Entre os exemplos mais recentes estão a startup argentina VU, a idwall e a GameSafer.