Revista Time aponta Luiza Trajano como uma das 100 pessoas mais influentes do ano

Única brasileira da lista, a empresária foi celebrada por sua atuação durante a pandemia; confira os destaques da América Latina

Luiza Trajano eleita uma das personalidades mais influentes do ano pela Time
Foto: Lailson Santos/Divulgação

A empresária e fundadora do Magazine Luiza, Luiza Trajano, foi listada entre as 100 personalidades mais influentes do ano da revista Time. Única brasileira da lista, Trajano foi elogiada por sua atuação em defesa da vacinação ampla e na busca por equidade no mundo corporativo.

O artigo sobre Trajano é assinado pelo ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. “Em um mundo no qual bilionários queimam suas fortunas em aventuras espaciais e iates, Luiza tem se dedicado a um tipo diferente de odisseia. Ela aceitou o desafio de criar uma empresa gigante e construir um Brasil melhor ao mesmo tempo”, aponta Lula no texto para a revista norte-americana.

LEIA TAMBÉM: Pinochet: ídolo de Bolsonaro é autor do outro 11 de setembro

Trajano foi selecionada para a categoria “titãs”, ao lado de personalidades como a ginasta Simone Biles, do CEO da Apple, Tim Cook, a produtora Shonda Rhimes e do jogador de futebol americano Tom Brady, marido da modelo brasileira Gisele Bündchen.

Em nota, a empresária lembrou de outras personalidades que já foram eleitas pela revista:

Participar dessa lista ao lado de nomes como Graça Foster, Celina Turchi, Hillary Clinton e Oprah Winfrey deixa-me honrada e aumenta minha responsabilidade de trabalhar cada vez mais como sociedade civil para a melhoria da vida dos brasileiros

Luiza Trajano

Destaques da América Latina

Além da fundadora do Magalu, também figuram na lista de 100 mais influentes da Revista Time outras quatro personalidades da América Latina: o artista e ativista Luis Manuel Otero Alcántara (Cuba), a ativista Olimpia Coral Melo Cruz (México), a linguista e ativista Elisa Locón Antileo (Chile) e o atual presidente de El Salvador, Nayib Bukele.

Luis Manuel Otero Alcántara é um dos líderes do movimento chamado San Isidro, grupo de artistas e intelectuais que demandam mais liberdade do governo cubano.

Vítima de assédio de forma digital, Olimpia Coral Melo Cruz é uma ativista pelos direitos das mulheres e é uma das responsáveis pela formulação de políticas públicas contra o chamado “pornô-vingança”, quando conteúdo íntimo é exposto por ex-parceiros na rede.

LEIA TAMBÉM: Softbank lança novo fundo de US$ 3 bilhões para investir na América Latina

Elisa Locón Antileo é a presidente da Convenção Constitucional do Chile, o grupo de personalidades que deve reescrever a constitução do país. Com ascendência Mapuche, Antileo marca uma posição rara para os povos originários do continente: liderar o desenvolvimento das leis de seus países.

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele tem sido um dos entusiastas na adoção de criptomoedas como moedas legais. A mudança significa que o país caribenho deve aceitar o pagamento em bitcoin junto com o dólar americano — a moeda oficial de El Salvador.

A lista completa ainda traz nomes famosos do mundo da tecnologia, como o CEO da Nvidia Jensen Huang e o CEO da Tesla e SpaceX, Elon Musk.